Técnico Instalador de Gás

Técnico Instalador de Gas - UFCDS

5.0
5/5

Características

Técnicos que trabalham ou pretendam vir a trabalhar no setor de gases combustíveis, com idade
superior a 18 anos e que possuam como habilitação mínima o 9º ano de escolaridade

  • Identificar e interpretar projetos de gás;
  • Identificar materiais, equipamentos e acessórios utilizados nas diversas infraestruturas de gás;
  • Caracterizar gases combustíveis e identificar o funcionamento da combustão;
  • Gerir projetos de obras;
  • Executar infraestruturas de gás;
  • Identificar a classificação dos aparelhos a gás e queimadores de gás.
  • UFCD 10708 – área do gás, conceitos fundamentais (25 horas)
  • UFCD 10709 – gestão de projetos na área do gás (50 horas)
  • UFCD 10711 – tecnologia das redes de transporte, de distribuição e instalações de gás, princípios
    gerais (25 horas)
  • UFCD 10712 – infraestruturas de gás, construção, instalações e manutenção (25 horas)
  • UFCD 10713 – aparelhos a gás, princípios gerais (25 horas)

Objetivos

  • Interpretar e aplicar a legislação e normas técnicas aplicáveis e preencher a documentação inerente a cada obra.
  • Caracterizar os gases combustíveis.
  • Identificar as grandezas físicas e químicas dos gases.
  • Interpretar o sistema de unidades de medida legal.
  • Aplicar a legislação de segurança, higiene e saúde no trabalho na área do gás
  • Identificar o fenómeno da combustão.
  • Aplicar a legislação ambiental sobre a gestão de resíduos na área do gás

 

Conteúdos

  • Normativos básicos aplicados à área do gás
    • Legislação, normas técnicas aplicáveis e documentação
    • Entidades e profissionais intervenientes na área dos gases combustíveis
    • Entidade(s) reguladora(s)
    • Metrologia.
  • Caracterização dos gases combustíveis
    • Origem – composição e famílias
    • Comparação entre as diferentes famílias de gases
  • Grandezas físico-químicas dos gases combustíveis
  • Sistemas de unidades
    • Designações
  • Conceitos de física e química
    • Noções de mecânica de fluidos
  • Segurança, Higiene e Saúde no trabalho e ambiente na área do gás
    • Definição do conceito de segurança
    • Sinalização de segurança
    • Precauções necessárias nas várias situações tais como: trabalho em valas, existência de substâncias perigosas, execução de soldaduras, movimentação de cargas e materiais, trabalho em altura, manuseamento de máquinas e ferramentas, armazenagem de produtos, prevenção e proteção contra incêndios, fugas de gás e prestação de primeiros socorros
  • Combustão de gases combustíveis
    • Equação da combustão
    • Noção de combustão incompleta e de mistura estequiométrica
  • Ambiente e gestão de resíduos

Objetivos

  • Gerir projetos em obra.
  • Identificar os requisitos de qualidade aplicáveis à área do gás.
  • Identificar e aplicar metodologias de organização do trabalho.
  • Organizar e gerir equipas de trabalho.
  • Identificar e aplicar as exigências éticas e deontológicas associadas à atividade.

 

Conteúdos

  • Gestão de projetos
    • Conceitos básicos
    • Interpretação de desenhos técnicos – projetos de gás
    • Direção de obra e gestão de contrato de empreitada
  • Introdução à gestão de obras
    • Planeamento de Obra
    • Gestão de recursos produtivos
      • Mão-de-obra
      • Materiais
      • Equipamentos
      • Subempreiteiros
    • Controlo de custos, prazos, qualidade, segurança e ambiente
    • Ferramentas Informáticas de apoio à gestão de obra
  • Gestão da qualidade na indústria do gás
    • Qualidade
      • Conceitos
      • Princípios
      • Política de qualidade
    • Formulários e registos
    • Auditorias
    • Gestão e receção dos materiais e de equipamentos de medida
    • Certificados dos materiais e de equipamentos de medida
    • Interpretação das normas utilizadas na indústria do gás
    • Elaboração de relatórios e outra documentação aplicável a cada obra
  • Organização do trabalho
    • Parâmetros afetos à organização do trabalho
      • Produtividade
      • Ergonomia
  • Comunicação e gestão de equipas
    • Organização do trabalho de equipa
    • Comunicação eficaz com a equipa
    • Liderança
  • Ética e deontologia
    • Exigências éticas e fatores deontológicos
    • Exigências éticas e deontológicas em relação a si próprio
    • Exigências éticas e deontológicas em relação aos colegas de trabalho, à organização e ao público externo

 

 

Objetivos

  • Identificar as diversas infraestruturas de gás (redes de transporte, de distribuição e Instalações de gás) em função da sua utilização.
  • Interpretar projetos de gás.
  • Identificar os materiais, equipamentos e acessórios utilizados nas diversas infraestruturas de gás e o seu funcionamento.
  • Orçamentar as diversas intervenções nas infraestruturas de gás.
  • Caracterizar e aplicar o procedimento de ensaios a realizar nas infraestruturas de gás.

Conteúdos

  • Rede de transporte
    • Quadro legal e normativo
    • Construção de redes de transporte
      • Materiais, equipamentos e acessórios
    • Análise de projeto
      • Leitura e interpretação
    • Ensaios
  • Redes de distribuição
    • Quadro legal e normativo
    • Construção de redes de distribuição
      • Materiais, equipamentos e acessórios
    • Análise de projeto
      • Leitura e interpretação
    • Ensaios
  • Instalações de gás
    • Quadro legal e normativo
    • Construção de instalações de gás
      • Materiais, equipamentos e acessórios
    • Análise de projeto
      • Leitura e interpretação
    • Ensaios
  • Intervenção em carga
  • Postos de redução de pressão e de medida
  • Orçamentos das diversas intervenções nas infraestruturas de gás
    • Planeamento
    • Tipos de encargos a considerar na previsão do custo global da obra
    • Formas de apresentação do orçamento

Objetivos

  • Selecionar o processo indicado para a construção de cada infraestrutura de gás.
  • Executar as infraestruturas de gás.
  • Aplicar as técnicas de manutenção e intervenção nas infraestruturas de gás.
  • Avaliar a qualidade de construção das infraestruturas de gás.

 

Conteúdos

  • Interpretação de projetos de gás
    • Leitura de desenhos técnicos
    • Isometria
    • Desenhos “as built”
  • Construção de infraestruturas de gás
    • Técnicas aplicáveis
    • Construção
    • Ensaios
    • Colocação em serviço
  • Controlo das soldaduras e outros tipos de ligações de tubagens
    • Ligações em tubagens de aço (soldadas e roscadas e materiais de vedação para aplicação)
    • Ligação em tubagem de polietileno
    • Ligações em tubagens em cobre
  • Reparações
    • Intervenções em carga
    • Inspeção e manutenção de redes de gás
  • Ensaios
    • Resistência mecânica
    • Estanquidade
    • Não destrutivos
  • Postos de redução de pressão e de medida
    • Instalação e manutenção
  • Instalações de armazenagem de GPL
    • Legislação e exploração

 

Objetivos

  • Identificar os aparelhos a gás e descrever o seu funcionamento.
  • Identificar a classificação dos aparelhos a gás.
  • Instalar aparelhos gás e verificar o seu funcionamento.
  • Identificar e verificar os tipos de queimadores a gás.

Conteúdos

  • Tipos de aparelhos
    • Legislação e normas aplicáveis
  • Classificação dos aparelhos
  • Funcionamento e instalação
  • Ligações
  • Materiais, equipamentos, acessórios e ferramentas
  • Combustão
  • Ventilação e exaustão
  • Queimadores
  • Eletricidade e eletrónica aplicável aos aparelhos a gás
Este curso inclui:

10 Vantagens da Formação Modular.

Muitos ainda não sabem, mas é bem fácil fazer um curso pela internet! Hoje, a rede traz opções para todos os bolsos e necessidades.

Isso porque há, sim, muitas vantagens de estudar online.

1. Economizar dinheiro
Os cursos online têm um custo mais baixo que os presenciais convencionais, já que, dessa forma, as instituições de ensino conseguem oferecer o mesmo conteúdo sem a necessidade de uma estrutura física de salas de aula.

Além do valor do curso, o aluno economiza também com o transporte, já que não precisará se deslocar até a instituição de ensino, e com material didático, que é todo digital, e não impresso em livros ou apostilas.
2. Comandar seu tempo de estudo
Nos cursos online você não precisa assistir às aulas sempre no mesmo horário e em determinados dias da semana. Se o seu único tempo livre é de madrugada, por exemplo, você consegue estudar de casa e se organizar dentro da sua disponibilidade. Assim, o andamento das aulas segue o seu ritmo.

Além disso, você avança mais rápido nas disciplinas, porque não precisa esperar todos os alunos acompanharem o conteúdo para seguir em frente, como em uma sala de aula convencional. Também pode se dedicar mais aos tópicos com que tem mais dificuldade, sem gastar tanto tempo nos assuntos que já domina.

É você, portanto, quem faz a sua rotina de estudos: se em um dia você consegue estudar mais horas e, no dia seguinte, o seu tempo está mais curto, não há problema! O conteúdo está todo ali.
3. Fazer o curso em qualquer lugar
Além da flexibilidade de horários para estudar, os cursos online também podem ser feitos em qualquer lugar. É só ter um dispositivo, como um tablet, smartphone ou notebook, e acesso à internet!

Portanto, se você perde muito tempo no ônibus para ir ao trabalho, por exemplo, pode aproveitar esse período para estudar. Ou pode, ainda, separar alguns minutos do seu horário de almoço para revisar alguma aula. A liberdade é sua!
4. Estudar de forma interativa
Ao contrário do método de ensino tradicional, com livros ou apostila, os cursos online oferecem formatos mais dinâmicos, e bastante atrativos, de aula.

Os conteúdos podem ser apresentados por meio de vídeos, infográficos e outras formas interativas, o que prende a sua atenção e aumenta o seu rendimento. Além disso, os exercícios online são ótimos para acompanhar o seu progresso durante os estudos.
5. Poder tirar todas as suas dúvidas
De fato, muita gente pensa que, em um curso online, não há contato com o professor como em uma aula presencial. Mas saiba que as plataformas de aprendizagem à distância normalmente possuem um canal específico para você acessar e esclarecer as dúvidas com o professor! Há outros casos em que há monitores ou mutirões de dúvidas.

Trata-se de um apoio pedagógico que ajuda bastante para que o aluno mantenha-se motivado e não desista nos tópicos mais difíceis.
6. Acessar conteúdos atualizados
Por toda a facilidade envolvida, cursos online são sempre atualizados, o que garante que o aluno não correrá o risco de estudar um conteúdo defasado. Já em instituições de ensino tradicionais, é bem mais difícil manter esse tipo de controle em cursos presenciais.

Os recursos da tecnologia permitem, ainda, que essa atualização seja feita aprofundando o conteúdo — especialmente em temas relacionados a atualidades e novas legislações, com a criação de fóruns e chats sobre o assunto para discussão entre alunos e professores.
7. Qualidade e certificação iguais às do curso presencial
Muita gente se pergunta se o curso presencial é melhor do que o online? Mas essa ideia é um mito, não é verdade. A certificação tem o mesmo valor, e a qualidade de um curso online é igual — ou até superior, em alguns casos — à de um curso presencial.

Isso porque a escolha de professores para cursos online é mais criteriosa e vai além da avaliação de especializações. Assim, são selecionados os professores que têm boa comunicação e conseguem transmitir o conteúdo com facilidade, treinados para ensinar de forma dinâmica e fácil diante das câmeras.
8. Poder trabalhar enquanto estuda
Sabemos que não é todo mundo que pode se dedicar apenas aos estudos. Na maioria dos casos, o concurseiro ou a concurseira precisa trabalhar justamente para se manter estudando. Nesses casos, a flexibilidade de horários que o curso online oferece pode fazer toda a diferença.

Com o curso online, o aluno pode estudar aos finais de semana ou mesmo durante o horário de trabalho ou nos intervalos, se a função permitir. Outra maneira eficaz de otimizar o tempo de estudo.
9. Autonomia na aprendizagem
Com tudo isso, estudar online permite que o aluno tenha autonomia e escolha a melhor maneira de aprender. Afinal, diferentemente do que acontece em cursos presenciais, aqui o estudante não precisa acompanhar exatamente o cronograma do professor. É possível identificar o próprio perfil de estudos e fazer o curso ficar personalizado. Também é possível definir o próprio cronograma e decidir quais são os melhores meios para estudar e fixar o conteúdo, por exemplo. E em cursinhos online isso é ainda mais vantajoso, pois a pessoa pode já ter conhecimento em algumas matérias específicas.

Assim, é possível pular o conteúdo que você já domina e focar no que realmente precisa aprender.
10. Mais qualidade de vida
Finalmente, vale lembrar que conciliar a vida pessoal com um curso presencial não é uma tarefa fácil. Já no curso online, a pessoa cria os seus próprios horários, tendo flexibilidade para estudar e pular as matérias que já conhece. Tudo isso permite estudar e manter a vida social com resultados ainda melhores no estudo.

Não podemos nos esquecer de que ter tempo para lazer, familiares e amigos é essencial para melhorar a aprendizagem. Afinal, é necessário relaxar e colocar as ideias no lugar para conseguir memorizar e entender os conteúdos com mais facilidade.
Não dá para ficar de fora!
Enfim, são tantas as vantagens de fazer um curso online que não dá para ficar de fora! Então, se você quer um curso de qualidade para se preparar para o concurso público dos seus sonhos, considere com carinho a opção de estudar on-line. Esteja preparado para o mercado e para os diferentes desafios que o espera.

Construa uma carreira de sucesso conosco!
Previous
Next

Frequentemente
Interessa Junto

Outros cursos que podem ser de seu interesse.